Segurança de Máquinas

Equipamentos Sob Pressão (ESP) – Inspeções em Serviço

O Bureau Veritas é acreditado pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC) segundo a norma NP EN ISO/IEC 17020:2013 como Organismo de Inspeção (OI) Tipo A para a realização de inspeções pelo Decreto-Lei nº 131/2019 de 30 de agosto e Instruções Técnicas Complementares (ITC) aprovadas através de despachos.


Tipo de Inspeção

  • Inspeção inicial
    Verificar a aptidão do Recipiente ou Equipamento e as condições da instalação, para efeitos de validação ou aprovação do funcionamento ou de mudança de instalação
  • Inspeção intercalar
    Verificar as condições de instalação e de funcionamento do Recipiente ou Equipamento, bem como dos acessórios de segurança e controlo, realizada de acordo com a uma periodicidade definida
  • Inspeção periódica
    Verificar a aptidão do Recipiente ou Equipamento, bem como se as condições da instalação se mantêm, sendo realizada de acordo com uma periodicidade definida
  • Inspeção extraordinária
    Verificar a aptidão do Recipiente ou Equipamento e as condições de segurança da instalação fora do âmbito das inspeções regulares, a realizar por solicitação do proprietário, do utilizador ou do IPQ, I.P.
  • Reavaliação da Conformidade
    Comprovar a aptidão do Recipiente ou Equipamento usado, quer seja nacional ou importado, bem como de origem incerta, tendo em conta uma determinada Pressão Máxima Admissível (PS), volume e condições de funcionamento
  • Inspeção Baseada no Risco (IBR)
    Comprovar, de um modo continuado, as condições de segurança e de funcionamento dos ESP integrados em conjuntos processuais, conforme o plano de inspeção e ensaio (PIE)
  • Aprovação de pequenas reparações
    Verificar a aptidão do Recipiente ou Equipamento e as condições de segurança da instalação fora do âmbito das inspeções regulares, conforme referidas, a realizar por solicitação do proprietário, do utilizador ou do IPQ, I.P.
  • Inspeção a reparações ou alterações
    Comprovar a adequabilidade do projeto e a verificar que a reparação ou alteração foi efetuada conforme o mesmo, bem como a avaliar a aptidão do Recipiente ou Equipamento e dos respetivos acessórios em serviço


Análise da Conformidade de Projetos

  • Projetos de instalação de Equipamentos Sob Pressão
  • Projetos de reparação/alteração de Equipamentos Sob Pressão


Equipamentos

  • Equipamentos Sob Pressão ESP abrangidos apenas pelo Decreto-Lei nº 131/2019 de 30 de agosto
  • Recipientes Sob Pressão Simples RSPS abrangidos apenas pelo Decreto-Lei nº 131/2019 de 30 de agosto
  • Conjuntos processuais – Despacho nº 11551/2007 (2ª série) de 12 de julho
  • Equipamentos Sob Pressão e conjuntos destinados à produção ou armazenagem de líquidos criogénicos – Despacho nº 24261/2007 (2ª série) de 23 de outubro
  • Geradores de vapor e equiparados – Despacho nº 22332/2001 (2ª série) de 30 de outubro
  • Recipientes de Ar Comprimido – Despacho nº 1859/2003 (2ª série) de 30 de janeiro
  • Reservatórios de gases de petróleo liquefeitos (> 200 000 litros) – Despacho nº 24260/2007 (2ª série) de 10 de outubro
  • Reservatórios de gases de petróleo liquefeitos ( 200 000 litros) – Despacho nº 22333/2007 (2ª série) de 30 de outubro
  • Recipientes Sob Pressão de ar comprimido – Despacho nº 1859/2003 (2ª série) de 30 de janeiro