Dia Mundial Alimentação

News

Dia Mundial da
Alimentação, 

fortalecendo

Segurança
Sustentabilidade

Oct. 16 2020

A produção ecológicasegura e sustentável são três dos grandes desafios em tempos de pandemia da COVID-19. Hoje, a Organização das Nações Unidas (ONU) para a Alimentação e  Agricultura (FAO, em inglês) celebra o Dia Mundial da Alimentação, refletindo sobre a importância de avançar para sistemas produtivos que correspondam aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2030.  

Zelar pelo meio ambiente e garantir o acesso a alimentos seguros continua a ser uma necessidade urgente a nível mundial. A FAO também elogia o trabalho realizado durante a pandemia pelas pessoas que trabalham na indústria alimentar. Por sua vez, o Bureau Veritas ajuda o sector a enfrentar esses desafios. Da mesma forma, desde o início da crise na saúde, todo o pessoal especializado tem redobrado os seus esforços para apoiar a atividade empresarial como a alimentar, ente muitas outras. 

Graças ao poder da certificação e às suas próprias soluções de rastreabilidade, como a Origin – assente na tecnologia "blockchain"–, o Bureau Veritas oferece as soluções necessárias para que as empresas possam dar resposta às necessidades e exigências da sociedade de consumo. Ao mesmo tempo, evidenciam o cumprimento da legislação vigente.

Questões como o bem estar animal e a preservação da natureza estão a ganhar cada vez mais destaque no mercado. Tanto é assim, que o compromisso das empresas com o desenvolvimento de uma verdadeira e efetiva responsabilidade social corporativa (RSC) é determinante no seu posicionamento e no aumento da fidelização com a sua marca.

PRODUÇÃO ECOLÓGICA

Aborda melhorias óbvias. É um sistema de gestão agrícola e de produção alimentar que implementa boas práticas ambientais, preconizando o cuidado dos recursos naturais, da biodiversidade e aplicando rigorosos padrões de bem-estar animal.

PRODUCAO ECOLOGICA

As vendas deste tipo de produtos são cada vez maiores. Deixaram de ser moda, para serem uma tendência. Cada vez há mais produtores que empreendem ações que têm em consideração os desafios da Agenda 2030 da ONU, combinando uma expansão comercial constante. 


Do campo até à MESA

Pacto Verde da União Europeia (UE) colocou a produção alimentar no centro. A estratégia “Do Campo até à Mesa” tem como principal finalidade promover e lançar as bases necessárias para promover a produção ecológica em 2030.

Do campo até à mesa


Tudo isto, com a intenção de que o Velho Continente seja neutro  para o clima até 2050. Assim, todos os alimentos produzidos na UE devem ser sustentáveis, saudáveis exequíveis.
 

PESCA E AQUICULTURA RESPONSÁVEIS

Nos planos das autoridades comunitárias, a pesca e a aquicultura têm uma forte presença. São áreas cruciais para a conservação e utilização sustentável dos oceanosmares e recursos marinhos. No relatório de 2020 sobre "O estado mundial da pesca e da aquicultura", a FAO alerta que muitas espécies continuam a ser sobreexploradas. 

Pesca e Aquicultura

Nesta situação, é crucial respeitar as cotas mínimas legais, para acabar com os produtos da pesca ilegal não declarada e não regulamentada, entre muitas outras questões. Neste sentido, os selos Marine Stewardship Council (MSC) e Aquaculture Stepwardship Council (ASC) fomentam a sustentabilidade na pesca e aquicultura, assim como nas cadeias de custódia na indústria e distribuição.